3 cuidados com a higiene íntima feminina para adotar já

cuidados com a higiene íntima feminina

A higiene íntima feminina é uma ferramenta importante para manter irritações e infecções bem longe da região genital. Entretanto, pouco se fala sobre quais são os principais hábitos de higiene recomendados e tampouco como eles devem ser realizados.

Por exemplo, você costuma fazer a limpeza da região genital mais de uma vez por dia? E o sabonete, tem usado algum específico para a área? Ou será que é melhor usar somente água? Viu só, bastou pensar um pouquinho sobre o assunto para pintar um monte de dúvidas.

Continuar lendo

Menopausa precoce: principais sintomas e como lidar com eles

menopausa precoce sintomas

Para a maioria das mulheres, a menopausa é uma condição que se manifesta entre os 45 e os 55 anos de idade. Já para outra pequena parcela, estimada em 3% da população feminina, o fenômeno pode ocorrer bem mais cedo – antes mesmo dos 40 anos – caracterizando a chamada menopausa precoce ou prematura.

A causa determinante da menopausa precoce ainda é desconhecida, entretanto, alguns estudos apontam que o histórico familiar exerce uma influência bastante forte. Sendo assim, o início da menopausa pode não ter ligação com a data da primeira menstruação, mas sim com a idade em que outras mulheres da família – como a mãe ou as irmãs – pararam de menstruar.

Conhecer os sinais da menopausa prematura é um passo importante para o diagnóstico desse processo que, embora natural, costuma causar alguns desconfortos. Mas, uma vez identificada a condição, existem vários tratamentos que aliviam os sintomas e melhoram a qualidade de vida durante esse período!

Continuar lendo

NO MÊS DO OUTUBRO ROSA, UMA HISTÓRIA DE AGRADECIMENTO E TRANSFORMAÇÃO

Lembra da Fernanda, que você conheceu no primeiro post do nosso blog em abril?
A Fê (foto acima) é colaboradora da área de eventos das Farmácias Associadas, e abriu o coração para compartilhar conosco como estava sendo a sua jornada durante o tratamento do câncer de mama.

Agora, no mês do Outubro Rosa, convidamos novamente a Fê – que já concluiu o tratamento – para traduzir nas suas próprias palavras essa experiência, que ela afirma ter mudado o modo como vê o mundo. Confira!

GRATIDÃO

O que acontece 365 dias depois de uma pessoa receber um diagnóstico de câncer de mama grau 6, após 20 sessões de quimioterapia, 30 de radioterapia e uma mastectomia radical bilateral? Para mim, posso resumir essa experiência em apenas uma palavra: gratidão.

Explico. Poucas são as pessoas que ganham uma nova chance para viver melhor, e o câncer me proporcionou isso em todos os sentidos e intensidades possíveis. Entendi que ninguém é imortal, apesar de acharmos que sim. Que desculpas devem ser sentidas e não apenas faladas. Que a natureza nos mostra todos os dias a sua beleza, mesmo quando estamos ocupados demais para apreciá-la.

Aprendi que um almoço com a família reunida ou uma roda de amigos devem ser festejados. Que ser solidário e se colocar no lugar do próximo traz paz de espírito. Descobri minha verdadeira vocação, e que para viver é necessário muita, mas muita coragem. Descobri uma força inimaginável e uma alegria de viver contagiante.

Quando olho para trás, tenho orgulho do que passei e mais orgulho ainda de quem me tornei ao longo desse processo. O câncer pode ser o mal do século, mas não é o maior vilão. Depende dos olhos de quem o vê, da força de quem o tem e da esperança de quem o vence.

Entenda que o seu dia de ser feliz é hoje, reclame menos e agradeça mais. Eu aprendi na dor do câncer, mas você ainda tem tempo para aprender através do amor. Essas são as palavras de uma sobrevivente.

Fernanda Weigert

OUTUBRO ROSA, UM MÊS PARA SE FICAR AINDA MAIS DE OLHO NA SAÚDE DA MULHER

Outubro é um mês superimportante quando falamos em saúde da mulher. Isso por que é nesse mês que ações de conscientização e informação sobre o câncer de mama se intensificam. É o chamado Outubro Rosa, um projeto que existe desde os anos 1990 nos Estados Unidos, e que hoje é promovido no mundo inteiro.

Aqui no Brasil, a Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) e outras entidades promovem anualmente campanhas de conscientização que têm, sobretudo, o foco no diagnóstico precoce da doença, incentivando o amor-próprio, o cuidado com a saúde física e emocional e, claro, a realização de exames médicos periódicos.

E esse assunto é para se ficar de olho mesmo: somente no Brasil são 57 mil novos casos da doença ao ano segundo estimativas de 2015 do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

“Já conquistamos muitos avanços na área da saúde da mulher. Graças à divulgação da importância do diagnóstico precoce nos casos de câncer de mama, hoje as mulheres buscam mais a mamografia, principalmente após os 40 anos de idade, o que é fundamental para o tratamento. Muito se avançou também em termos de leis, e é por isso que, hoje, nosso foco está no amparo à mulher, para que ela se sinta apoiada, tenha tratamento igualitário, e o direito de gozar de uma boa qualidade de vida”.

É o que nos conta Maria Angélica Linden, vice-presidente do Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (IMAMA). A instituição, neste ano, está divulgando a campanha “Para Todas as Marias”, debatendo o acesso aos tratamentos mais adequados para pacientes com câncer de mama metastático.

E você, já abraçou essa causa?
Cuide da sua saúde e da saúde de quem você ama.
Tenha uma vida ativa, ame a si mesma, cuide-se, e busque sempre qualidade de vida. Todas nós merecemos!

POR QUE A BOLSA TÉRMICA PODE SER A SUA MELHOR AMIGA

Vovó já dizia: naqueles dias, nada melhor do que uma bolsa de água quente para afastar a dor. Ela estava certíssima! A hipertermoterapia, ou uso terapêutico do calor para diversos fins no corpo humano, é uma das práticas mais comuns e antigas de relaxamento e redução das dores. Mas não é só para combater os sintomas do período menstrual que a bolsinha térmica serve, não. Nós, o Penteadeira, listamos alguns dos momentos para os quais uma bolsinha é salvadora – afinal, ela não é só para “aqueles dias”!

Fim das cólicas!
Tem mulheres que quase não as sentem, outras que sofrem horrores com a dor provocada pela danada da cólica menstrual. Um jeitinho simples e eficiente é aquecer a região pélvica colocando sobre o ventre a bolsa de água quente. O calor dilata os vasos sanguíneos da região, relaxando e fazendo com que a dor diminua.

Músculos relaxados
Outro problema frequente para quem sofre com dores durante o período menstrual é ficar encolhida, se contorcendo, o que gera também dores musculares. Uma bolsa de água quente nas costas ou na região lombar pode ajudar.

Cama bem mais quentinha
Dormir na cama gelada não é legal, principalmente no inverno. Para acelerar o processo da troca de calor entre o seu corpo e a cama, experimente deixar sob as cobertas, por uns minutinhos, a nossa amiga bolsa térmica antes de dormir. 😉 Você vai ver só o resultado!

Pés gelados no more
Assistindo um filme, uma série ou a novela na TV. Lendo um livro, tomando um chá ou mesmo trabalhando no computador. Manter os pés quentinhos nesses momentos também é possível com a ajuda da infalível bolsinha.

bolsa térmica - farmácias associadas

De amiga para amiga


DICA:
Não coloque a água fervendo dentro da bolsa térmica. Ao invés disso, procure regular a temperatura com uma pequena medida de água fria. E na hora de usá-la não esqueça: envolva-a em uma toalha para não ter riscos de causar queimaduras na pele!