5 dicas para envelhecer com qualidade de vida

como envelhecer com qualidade de vida

Envelhecer faz parte da vida, todo mundo sabe. Apesar disso, poucas são as pessoas que se preparam para chegar na terceira idade de maneira saudável e ativa.

Falar em se preparar para o futuro que virá lá adiante pode parecer bobagem quando se tem 20 ou 30 e poucos anos. Acontece que a qualidade de vida nada mais é do que uma sequência de bons hábitos que ajudam a criar essa condição. Por isso, quanto mais cedo você começar a cuidar do seu corpo e da sua mente, melhor.

A boa notícia é que nunca é tarde para criar uma nova rotina e começar a se olhar com mais cuidado e carinho. Os efeitos da velhice são inevitáveis, é verdade, mas com a adoção de algumas dicas simples dá muito bem para passar por essa fase – ou ajudar alguém a encará-la – com mais leveza e alegria! ❤

Continuar lendo

Dicas para organizar marmitas e comer saudável no trabalho

como organizar marmitas

Levar marmita para o trabalho pode ser uma ótima opção para comer mais saudável, economizar uma graninha e até mesmo evitar o deslocamento no horário do almoço.

E se você só não aderiu ainda às marmitas porque acha que dá muito trabalho para organizar as refeições, o Penteadeira mostra que com um pouquinho de planejamento fica fácil incorporar esse novo hábito na sua rotina!

Continuar lendo

COMO VIVER BEM COM DIABETES

A diabetes é uma doença crônica que afeta mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo segundo dados de 2016 da Organização Mundial da Saúde. No Brasil, 7,4% da população adulta sofre com a doença, conforme o Ministério da Saúde.

A elevação dos níveis de açúcar no sangue provocada pela doença é bastante perigosa, pois pode causar cegueira, insuficiência renal, obstrução de artérias, dificuldades de cicatrização e maior risco de doenças cardiovasculares.

Porém, a diabetes é completamente controlável com acompanhamento médico e a adoção de hábitos saudáveis. Veja algum deles.

1. ALIMENTAÇÃO

– É importante não pular as refeições, respeitando o café da manhã, almoço e jantar, além de dois lanches por dia. Isso mantém a glicemia do sangue estável e sem picos.

– Dar preferência a alimentos ricos em fibras como legumes, verduras e algumas frutas como a banana. São as fibras que ajudam a glicose a ser liberada mais devagar na circulação. Por isso, o diabético precisa comer diariamente pelo menos três porções de legumes e verduras como parte das refeições.

– O mesmo vale para o consumo de alimentos nas versões integrais. São ricos em fibras e ajudam no controle da glicemia.

Carboidratos complexos são digeridos e absorvidos lentamente pelo organismo, liberando a glicose em pequenas doses. Isso é benéfico para o diabético, que não terá picos de índice glicêmico quando ingerir esses nutrientes. Neste sentido, comer arroz, pão, batata e massa é melhor do que ingerir mel, xarope de milho e açúcares (doces).

– Ler o rótulo e verificar a tabela nutricional e a lista de ingredientes de qualquer alimento é superimportante para o diabético. Isso porque, assim, pode-se optar por produtos com menores quantidades de sódio, gordura e açúcares.

2. EXERCÍCIOS FÍSICOS

– O sobrepeso e a obesidade influenciam diretamente na produção de insulina do corpo. Por isso, controlar o peso é fundamental para o diabético. Os especialistas recomendam a prática de pelo menos 30 minutos diários de atividades físicas. Pode ser uma corrida, andar de bicicleta, ou o que for mais prazeroso para a pessoa.

– Antes de iniciar o exercício escolhido e ao final da atividade física é preciso fazer a medição da glicemia de acordo com as indicações do médico.

– Carregar uma balinha no bolso da roupa ajuda em caso de hipoglicemia após o exercício físico. 😉

3. CUIDADOS PESSOAIS

– Fazer a higiene bucal após cada refeição é fundamental. Isso porque o sangue com alta concentração de glicose é mais propício ao desenvolvimento de bactérias. Ir ao dentista uma vez a cada seis meses também é recomendado.

Check-up com o oftalmologista é indicado uma vez ao ano para descartar problemas de visão. Afinal, pessoas com diabetes têm maior fragilidade nas córneas e maior predisposição à catarata.

– É muito importe fazer as avaliações necessárias relacionadas à doença com periodicidade. Por isso, não dá para pular a visita ao médico.

– Por último, prestar atenção a qualquer lesão no corpo deve virar rotina, dando atenção especial aos pés e aos joelhos. Como a doença afeta a microcirculação, deve-se estar sempre atento à saúde dos membros inferiores. Evitar saunas e escalda-pés também é recomendado por esse motivo.

DO ESPORTE PARA A VIDA: CINCO ATITUDES PARA TER MAIS DETERMINAÇÃO NO DIA A DIA

O espírito esportivo que está contagiando o país nos faz lembrar como é bom praticar esportes! Faz muito bem para a saúde e também melhora a nossa qualidade de vida. 🙂

A prática esportiva traz ainda algumas lições que podem nos servir de inspiração para o nosso dia a dia. Veja cinco atitudes muito comuns praticadas pelos atleta, e que podem ajudar você a ter mais determinação nas tarefas diárias.

1. DURMA BEM
Todo atleta de ponta sabe da importância de uma boa noite de sono. Além de fortalecer o sistema imunológico e consolidar a memória e o conhecimento adquirido ao longo do dia, o sono é essencial para fazer o corpo relaxar e ter mais energia para as atividades diárias. Quem dorme mal tem mais chances de desenvolver doenças, ficar desatento e ter dificuldades de aprendizado. A recomendação para as pessoas com mais de 18 anos é dormir entre 7 e 9 horas.

2. RODEIE-SE DE BOAS ENERGIAS
Assim como os atletas contam com o apoio da torcida, nós também precisamos estar cercados de boas energias. Pequenos incentivos em casa, no trabalho ou na aula podem ajudar a ter mais determinação. Uma dica simples é espalhar fotos ou frases motivadoras que lembrem aquilo que você está buscando. Estar perto de pessoas que nos fazem bem também é fundamental para receber aquela força extra.

3. EXERCITE-SE
A prática de esportes ou outras atividades físicas nos ajuda a ter mais energia e espantar a preguiça! A endorfina, substância produzida pelo cérebro durante e depois dos exercícios físicos, é uma das responsáveis por nos dar esse up, trazendo uma sensação de prazer e bem-estar.

4. DIVIDA A TAREFA EM ETAPAS
Outra lição importante que o esporte nos ensina é não tentar dar conta de tudo de uma só vez. Até os atletas de alta performance sabem que é preciso descansar. Por isso, para ter força em uma tarefa grande, a dica é dividi-la em partes, organizando etapas e prazos possíveis. Assim, ganhamos maior motivação, pois conseguimos fazer tudo de forma calma e dentro da realidade. As etapas concluídas também são um incentivo para avançar e finalizar a tarefa.

5. TENHA AUTOCONTROLE
Tal como no esporte, a determinação está relacionada ao nosso autocontrole. Para isso, é preciso ser firme em pequenas decisões, como resistir à tentação de trocar o estudo pelo seriado na TV, ou de furar a dieta. Esse autocontrole nos ajuda a sermos mais determinados e focados diante de responsabilidades maiores.

NO MÊS DO OUTUBRO ROSA, UMA HISTÓRIA DE AGRADECIMENTO E TRANSFORMAÇÃO

Lembra da Fernanda, que você conheceu no primeiro post do nosso blog em abril?
A Fê (foto acima) é colaboradora da área de eventos das Farmácias Associadas, e abriu o coração para compartilhar conosco como estava sendo a sua jornada durante o tratamento do câncer de mama.

Agora, no mês do Outubro Rosa, convidamos novamente a Fê – que já concluiu o tratamento – para traduzir nas suas próprias palavras essa experiência, que ela afirma ter mudado o modo como vê o mundo. Confira!

GRATIDÃO

O que acontece 365 dias depois de uma pessoa receber um diagnóstico de câncer de mama grau 6, após 20 sessões de quimioterapia, 30 de radioterapia e uma mastectomia radical bilateral? Para mim, posso resumir essa experiência em apenas uma palavra: gratidão.

Explico. Poucas são as pessoas que ganham uma nova chance para viver melhor, e o câncer me proporcionou isso em todos os sentidos e intensidades possíveis. Entendi que ninguém é imortal, apesar de acharmos que sim. Que desculpas devem ser sentidas e não apenas faladas. Que a natureza nos mostra todos os dias a sua beleza, mesmo quando estamos ocupados demais para apreciá-la.

Aprendi que um almoço com a família reunida ou uma roda de amigos devem ser festejados. Que ser solidário e se colocar no lugar do próximo traz paz de espírito. Descobri minha verdadeira vocação, e que para viver é necessário muita, mas muita coragem. Descobri uma força inimaginável e uma alegria de viver contagiante.

Quando olho para trás, tenho orgulho do que passei e mais orgulho ainda de quem me tornei ao longo desse processo. O câncer pode ser o mal do século, mas não é o maior vilão. Depende dos olhos de quem o vê, da força de quem o tem e da esperança de quem o vence.

Entenda que o seu dia de ser feliz é hoje, reclame menos e agradeça mais. Eu aprendi na dor do câncer, mas você ainda tem tempo para aprender através do amor. Essas são as palavras de uma sobrevivente.

Fernanda Weigert

CINCO MOTIVOS PARA INCLUIR ALONGAMENTOS NA SUA ROTINA

O alongamento é uma das atividades mais democráticas quando falamos em melhorar nossa saúde física e qualidade de vida. Ele pode ser feito em casa, no trabalho e até mesmo no carro. De manhã, à tarde ou à noite. Fora a preguiça, praticamente não existe desculpa para que não façamos ao menos uma série deles ao longo do dia.

Pode ser esticando os braços e aliviando a tensão dos ombros, dobrando a cabeça e o pescoço ou dando uma espreguiçada gostosa. Para as pernas, inclinar-se tentando alcançar os pés, ou segurar as pernas dobrando os joelhos são alguns dos movimentos mais comuns. As opções são as mais variadas.

Vamos conhecer cinco motivos para incluir mais momentos de alongamentos na nossa vida!

1.MELHORA A QUALIDADE DO SONO
Realizado ao final do dia, melhora o sono e alivia dores e tensões musculares acumuladas após a jornada de trabalho. O relaxamento proporcionado por ele é outro bônus para quem quer dormir mais tranquilo.

2. ATIVA A CIRCULAÇÃO
Pessoas com problemas de má circulação, sobretudo nas pernas, podem se beneficiar do alongamento para redução de dores e inchaços.

3. EVITA LESÕES
Alongar é fundamental para os mais ativos, pois atividades como correr, andar de bicicleta, nadar e demais exercícios desgastantes podem provocar distensões e inflamações.

4. AUMENTA A FLEXIBILIDADE E A CONSCIÊNCIA CORPORAL
A coordenação e a flexibilidade melhoram, pois os movimentos do corpo se tornam mais amplos, soltos e fáceis, além de que, ao focalizar a parte do corpo que está sendo alongada, a consciência corporal é desenvolvida.

5. CORRIGE A POSTURA
Doenças que afetam a coluna geralmente estão relacionadas à nossa má postura, causando dores e outros problemas de saúde. Alongar-se ajuda a encontrar um maior equilíbrio postural.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 


AJUDA CONTRA A DOR

Outra dica para quem sofre com tensões musculares ou inflamações é massagear a região com creme de arnica. A plantinha tem propriedade anti-inflamatória e cicatrizante e ajuda no relaxamento!

gel de arnica