APRENDA A FAZER: EXERCÍCIOS EM CASA

Nossa segunda dica da série de coisas que você pode fazer por conta própria para economizar um pouco no fim de ano é praticar exercícios em casa.

Seja na sala, no quarto, com a ajuda de aplicativo para celular ou só com uma musiquinha de fundo, é possível fazer vários tipos de movimentos supersimples. Mas lembre-se: se sentir algum desconforto, não faça o exercício para não prejudicar a sua saúde e consulte antes um médico.


1. Abdominal

Deitada no chão, coloque as mãos sob os glúteos e mantenha as pernas elevadas e unidas. Contraia o abdômen e desça as pernas bem devagar sem tirar a região lombar do chão (um colchonete pode amaciar o exercício 😉 ). Depois, suba as pernas até a posição inicial. Repita o movimento de 10 a 15 vezes em duas ou três séries, descansando um pouco no intervalo.

2
2. Prancha
Apoie todo o antebraço no chão e mantenha a posição de prancha de 10 a 15 segundos. Não se esqueça de respirar durante a execução do movimento. Este é um exercício para o corpo todo, mas dá ênfase na musculatura da parte superior e na barriga. Faça um intervalo de 30 a 45 segundo entre as séries.

3
3. Quatro apoios
Para malhar as coxas e os glúteos, apoie seus joelhos e cotovelos no chão ou em um colchonete. Os cotovelos devem ficar alinhados com os ombros e os quadris. Levante uma das pernas sem esticá-la, e faça movimentos de subida e descida. Para você proteger a coluna e não sofrer lesões, lembre-se de que a força para levantar a perna deve vir dos quadris. Faça duas séries com 15 repetições.

4
4. Panturrilha
Pare na frente de uma parede e apoie as mãos para não perder o equilíbrio. Erga o corpo, ficando nas pontinha dos pés, e depois desça movimentando os calcanhares. Faça três séries com 10 repetições cada.

5
5. Pular corda (aeróbico)
Uma opção à bicicleta e à esteira é a boa e velha corda que, além e ser uma atividade aeróbia fácil de fazer em casa, é um movimento muito bom para treinar a coordenação. E você não precisa de muito espaço para praticar. O importante durante os saltos é manter o abdômen contraído e os braços firmes para amortecer a queda. Os iniciantes podem começar a pular corda durante 15 minutos em dias alternados.

Imagens: Pinterest.

APRENDA A FAZER: MÃOS E PÉS EM CASA

Pintar o cabelo, fazer depilação, unhas e sobrancelha sempre no salão pode acabar ficando pesado para o orçamento. E muitas dessas práticas são totalmente possíveis de serem feitas em casa com um pouquinho de habilidade. Por isso, ao longo do mês de novembro, daremos uma série de dicas para você se virar sozinha e aprender como fazer diversas atividades por conta própria.

A primeira delas é como fazer as unhas e os pés em casa. Olha só.

Monte o seu kit
Assegure-se de que você tem tudo o que precisa em casa para fazer a sua manicure e pedicure com perfeição. Além de esmaltes, removedor ou acetona, palitinho e algodão, você vai precisar também de um alicate com bom corte, mas não tão afiado que possa lhe machucar. Inclua no kit lixas, cortador de unhas ou tesourinha, uma espátula para afastar as cutículas, um creme amolecedor ou hidratante, e um óleo secante.

Cuide de suas unhas antes de pintá-las
Retire todo o esmalte antigo das unhas e lixe um pouco antes de começar. Se quiser diminuir o tamanho delas, corte antes de lixar para não escamar as unhas nem agredi-las.

Trate as cutículas com carinho
O próximo cuidado é passar um creme emoliente nas cutículas e massageá-las bem. Molhe os dedos com água morna. Empurre a cutícula com a ajuda de uma espátula e remova com alicate apenas o que levantar. Vá devagar e não cutuque muito para não se ferir.

Basta passar o esmalte duas vezes
Camadas grossas fazem com que o esmalte descame mais depressa. Para ele durar mais, o segredo é passar duas camadas finas. Isso é mais do que suficiente para que a cor fique uniforme e você obtenha um acabamento de salão.

Tirando o excesso de esmalte com palitinho
Comece limpando as unhas de baixo para cima. Após envolver o palito em uma camada fina de algodão e umedecê-lo no removedor de esmalte, inicie passando pela área próxima das cutículas. Assim, a quantidade de algodão e removedor será suficiente para limpar os cantinhos de toda a unha.

Proteja na secagem
Top-coat, óleo secante e spray são os melhores amigos para garantir que as suas unhas não estraguem na secagem. O horário da manicure e pedicure também é importante. Se você fizer as unhas próximo à hora de dormir, corre o risco de amassá-las e arruinar todo o trabalho.

Mãos (e pés) à obra!

MAQUIAGEM DE HALLOWEEN: O PASSO-A-PASSO PARA TRÊS LOOKS DE ARRASAR

Apesar do Halloween não ser uma tradição brasileira, ele tem se tornado cada vez mais presente por aqui. Afinal, a festa de Dia das Bruxas é superdivertida e permite diferentes fantasias. Que tal se produzir toda e arrasar com uma maquiagem de babar?

Para entrar na brincadeira, não é preciso gastar horrores não. Aposte em uma make de impacto e a festa está feita! Selecionamos três ideias para você escolher. Confira.

 1. Caveira Mexicana

Flores na cabeça e bastante personalidade para essa fantasia mega ousada. A caveira mexicana já virou um clássico feminino de Halloween. Inspirado na tradição do Dia dos Mortos, data celebrada com muita festa no México, esse look requer um bom lápis de olho e uma sombra preta bem pigmentada. O truque é escurecer ao máximo o redor dos olhos, indo até a altura da sobrancelha. Para isso, demarque a área com o lápis e esfume bem a sombra. Um primer ou fixador de maquiagem é muito bem-vindo para segurar a fantasia a noite toda.

Não se esqueça de escurecer bem a ponta do nariz para a sua caveirinha ficar profissional. Finalize simulando uma boca costurada, traçando com o lápis uma linha na continuação da boca e fazendo pequenos riscos.

O pulo do gato:
Se você não quer usar um pancake branco para empalidecer a face, uma dica é fazer um contorno supermarcado abaixo das maçãs do rosto. Você pode fazer isso esfumando sombra preta na área ao invés de utilizar seu pó compacto ou bronzer tradicional

2. Sereia

Sereias estão super em alta. Basta apostar em enfeites de conchinha, cabelo no estilo beach hair (que você já aprendeu a fazer aqui) e em uma maquiagem diva.

Para a make, você vai precisar de poucos itens. Uma sombra metalizada em tom de azul ou verde fará boa parte do trabalho. Já o lilás e o perolado são duas outras cores lindas e muito úteis para ajudar a conquistar o efeito marinho desse look. Finalize com um batom forte em tons próximos aos usados no restante da make e você se transformará em uma sereia de impacto!

Imagem: Pinterest.

O pulo do gato:
Para fazer a textura de escamas na pele, o truque não poderia ser mais simples! Pegue uma meia do tipo arrastão, ou qualquer outro tecido em forma de redinha, e aplique as sombras sobre elas com a ajuda de um pincel fofinho. Os melhores locais para aplicar a técnica são na testa e na maçã do rosto.

 

Para quem não quer fazer as escamas, outra dica é aplicar strass na pele com o auxílio de cola para cílios postiços. O efeito é lindoooo.

3. Gatinha

Esta é a fantasia mais fácil das três. Ideal para quem não quer passar trabalho, mas procura um look divertido e versátil. Para fazer a gatinha, tudo o que você precisa é um bom lápis preto e um delineador.

O pulo da gata (literalmente):
Pinte o nariz de preto como na make da caveira. A diferença é que para o focinho da gata, a área a ser preenchida é mais na ponta e na base do nariz. Faça leves pintinhas acima da boca e os risquinhos do bigode avançando para as laterais do rosto. Blush e iluminador estão liberados para um efeito superelegante.

Para os olhos, escolha o tipo de delineado que você mais gosta e aposte nele! Se quiser, marque bem as sobrancelhas para um look de mais impacto. Na boca, você pode escurecer os lábios superiores com lápis ou batom preto, ou apenas usar seu batom preferido!

Miau!


 produtos-halloween-blog-farmacias-associadas

1. Sombra Quarteto Nº3 Revitart Make Up | 2. Sombra Quarteto Nº4 Revitart Make Up | 3. Paleta de Sombras 12 Cores Revitart Make Up | 4. Batom Cremoso Revitart Make Up Lyra | 5. Batom Líquido Matte Revitart Make Up Funk | 6. Batom Líquido Matte Revitart Make Up Maxixe | À venda na Farmácias Associadas.

SEU CORPO DÁ RECADOS SOBRE A SUA SAÚDE. ESCUTE

Você escuta os recados que o seu corpo dá? Aquele cansaço, por exemplo, que insiste em não sumir. Aquela dor de cabeça recorrente… E a falta de ar ao subir escadas? Já pensou no que esses sinais querem dizer?

Cuidar da saúde é também prestar atenção àquilo que é manifestado pelo nosso corpinho. Na maioria das vezes, ele está apenas pedindo para você adotar hábitos mais saudáveis, como se alimentar melhor e praticar atividades físicas. Quem sabe não está na hora de escutá-lo?
Confira alguns recadinhos do corpo fáceis de perceber, e saiba como atendê-los.

1. Seu peso aumentou repentinamente
Será que você não anda descontando na comida? Perceba se não há algo que está lhe deixando ansiosa, e que acabou refletindo nos seus hábitos alimentares. Se nada de diferente aconteceu, pode ser hora de conferir se está tudo certo com os seus hormônios, e aí é importante consultar um médico.

2. Surgiram pintinhas na pele
Tá na hora de visitar o dermatologista. Sinais na pele podem ser algo mais sério. E, principalmente, quem tem a pele muito clara deve sempre protegê-la do sol. Faça check-ups regularmente se você é daquelas pessoas cheias de sinais e se aparecerem novas marquinhas. Ah, e não se esqueça do protetor solar!

3. Faltou fôlego para uma tarefa simples
Normalmente, conforme os médicos explicam, as pessoas que não praticam atividades físicas costumam se queixar com frequência de falta de fôlego para fazer tarefas simples do dia a dia, como subir escadas. Isso acontece porque quando não exercitamos o corpo, não estimulamos sistemas como o pulmonar e o cardíaco, e, portanto não os desenvolvemos para que forneçam mais oxigênio para os músculos, que por sua vez geram força, potência e resistência para as atividades rotineiras. Assim, se o seu preparo físico não andar lá essas coisas, adicione mais exercícios à sua rotina. Por que não substituir uma parte do trajeto diário que você faz de carro ou ônibus por caminhadas a pé? Levar o pet para passear também é uma bela opção. E claro… deixe o elevador de lado um pouquinho e aposte em alguns lances de escada. Agora, se você passou a ter falta de ar sem motivo aparente, é bom investigar! Não descuide da sua saúde.

4. Você anda sem energia
Algumas doenças como anemia, diabetes e hipotireoidismo podem causar um cansaço além do normal. Se você desconfia de que algo está errado, não hesite em procurar um médico. Entretanto, alguns hábitos saudáveis ajudam qualquer pessoa a conquistar mais energia para as tarefas diárias. Dormir bem, e na quantidade de horas adequada para o seu organismo, é uma delas. Ter uma alimentação balanceada, comendo frutas, grãos e verduras dos mais variados tipos, também é superimportante. E não dá pra se esquecer dos exercícios físicos, né, superindicados para quem procurar ter mais disposição na vida! Faça pequenos ajustes nos seus hábitos e mande o cansaço para o espaço!

TRÊS POSIÇÕES DE IOGA PARA ALIVAR AS DORES NAS COSTAS

Quem sofre com as temidas dores nas costas sabe que o problema é bem desagradável. E mais, a doença está no topo do ranking daquelas que mais afastam as pessoas do trabalho, segundo os dados da Previdência Social divulgados em julho deste ano. Só no primeiro trimestre de 2016, foram mais de 24 mil afastamentos por causa da danada.

A saída, segundo especialistas, está muitas vezes na prática de exercícios físicos para fortalecer a musculatura local, além de corrigir erros de postura que podem levar ao problema.

Uma atividade física muito recomendada a todas as faixas etárias, e que ajuda a aliviar as dores nas costas, é a ioga. Ela contribui para a elasticidade dos músculos, a amplitude dos movimentos e a oxigenação de todo o corpo.

A ioga, para quem vai iniciar e pretende atingir fases mais avançadas, deve ser praticada com orientação de profissionais. Porém, para você conhecer os benefícios que ela traz para as costas, nós separamos três posições mega simples, que podem ser executadas no conforto da sua casa. Que tal tentar?

Também é bom lembrar que exercícios (de qualquer espécie), quando feitos por conta própria, exigem cautela. Respeite os limites do seu corpo e vamos lá!

1. Deite sobre as pernas (Posição da criança)
Sentada em cima dos calcanhares, abaixe o corpo em direção ao chão, esticando os braços ao longo do corpo, de forma a alongar as costas. Mantenha a posição durante 15 segundos, respirando sempre.

 

2. Tombe o tronco para frente (Padahastasana)
Em pé, deixe pernas unidas e tombe lentamente o tronco em direção ao solo. Não force; vá apenas até onde conseguir. Deixe os braços livres, pesando em direção ao chão. O peso do corpo deve se concentrar na região da frente dos pés, e não nos calcanhares. Concentre-se em respirar profundamente. Assim, você protege os seus joelhos. Para retornar, flexione levemente os joelhos e desenrole o tronco lentamente.

 

3. Abrace as pernas (Apanasana)
Deitada no chão, traga as pernas dobradas contra o peito, e entrelace os braços por fora dos joelhos. Mantenha a cabeça e a coluna vertebral em contato com o solo. Relaxe os pés e respire.

*Crédito das imagens: iStock e Pinterest

QUER APRENDER A MEDITAR? SAIBA COMO COMEÇAR JÁ

Parar uns minutinhos para acalmar a mente e liberá-la de tantos pensamentos que nos sobrecarregam ao longo do dia pode ser mais simples do que você imagina. E também gera muitos benefícios, como conquistar mais foco, relaxamento, calma e bem-estar, domar a ansiedade e a raiva, dormir de forma mais tranquila, e por aí vai…

O princípio da meditação é justamente esse: deixar os pensamentos surgirem sem que você se fixe neles. Assim, você pode se conectar apenas com o momento presente. 🙂

E existem várias técnicas para conseguir isso. Você pode se concentrar somente na sua respiração, pode voltar a atenção para algum som como um mantra (sabe o famoso oúnnnn?!), pode visualizar alguma forma geométrica, pode focar-se na chama de uma vela… São muitas as opções. O importante é deixar os pensamentos sumirem do mesmo modo como eles aparecem, sem se envolver com eles.

Claro que no inicio a tentação de viajar nos pensamentos é grande. Mas nada que não possa ser treinado e melhorado ao longo do tempo. E olha, vale a pena fazer esse esforcinho, hein. 🙂

Para facilitar a sua vida e eliminar as desculpas para você começar a meditar, separamos algumas dicas que vão fazer a sua prática ser muito mais prazerosa.
Vamos lá?

1. Escolha um local tranquilo
Dá pra meditar em qualquer lugar, até na fila do banco. 😛 Mas para quem está começando, um local tranquilo facilita bastante a prática. Busque um espaço livre de interferências sonoras.

2. Encontre uma posição confortável
A posição do corpo é bem importante. Manter a coluna ereta diminuiu a chance de você cair no sono (sim, isso pode acontecer!). Por isso, o ideal é sentar-se em uma cadeira confortável e com encosto, tocando os pés no chão. Se você preferir se sentar no próprio chão, considere apoiar as costas na parede até pegar o jeito.

3. Faça no horário que for mais conveniente para você
O importante aqui é criar o hábito. Pode ser ao acordar, ao chegar em casa, antes de dormir… não importa.

4. Faça no seu tempo
Comece devagar. Com dois minutinhos já dá pra sentir uma bela diferença no bem-estar. Ative o timer do celular para não ficar ansiosa para terminar logo. Ele vai lhe avisar quando o exercício acabar. E vá aumentando o tempo conforme for adquirindo mais prática.

5. E saiba que as dificuldades aparecerão… e isso é normal!
Nossa mente trabalha à revelia da nossa vontade, isso é fato. Logo, não temos controle sobre os nossos pensamentos. O segredo está, de novo, na base da meditação: deixar os pensamentos fluírem, aparecendo e desaparecendo sem que dediquemos atenção a eles. Não se cobre tanto. Se você se distrair, apenas volte a atenção novamente para a prática.

SAIBA COMO ADMINISTRAR REMÉDIOS COM SEGURANÇA NAS CRIANÇAS

Dá dó ver os pequenos doentinhos, não é mesmo? Além de todo o amor e carinho que podemos dar nesse momento, administrar o medicamento com segurança é superimportante para que eles recuperem rapidinho a saúde. Pensando nisso, a Farmácias Associadas e o laboratório Eurofarma criaram a cartilha Medicamento não é brinquedo para tornar a hora do remédio mais segura pros seus filhotes.

A cartilha pode ser encontrada em todas as lojas da Farmácias Associadas durante o mês de outubro. Veja as dicas:

1. MEDICAMENTO NÃO É DOCE, NEM COMIDA
Nunca diga a crianças que medicamento é doce, que faz crescer ou ficar forte. Isso pode induzir a criança a querer usar medicamentos e, com isso, ocasionar acidentes e intoxicações. Não brigue com a criança que se recusa a tomar um medicamento por seu gosto amargo. Insista com carinho e parabenize-a depois de tomar, comemorando o belo trabalho em equipe de vocês.

2. SOMENTE DÊ MEDICAMENTOS LÍQUIDOS SE O BEBÊ ESTIVER NO COLO
Sempre dê medicamentos líquidos para bebês no colo para evitar afogamentos. Nunca coloque medicamentos na mamadeira, pois estes podem perder seu efeito por causa do leite, sucos e refrigerantes e porque o medicamento pode ficar aderido na mamadeira. As crianças podem aprender a engolir comprimidos a partir dos 5 anos, mas, geralmente, irão dominar a técnica quando estiverem com 7 ou 8 anos. Por isso, os medicamentos para crianças em sua maioria são formas líquidas.

3. SEMPRE QUE DER MEDICAMENTO TEM QUE USAR COPINHO, COLHER OU SERINGA PARA SABER A DOSE CERTA
Ao administrar medicamentos em crianças, sempre use colheres, copos e seringas medidoras para assegurar a dosagem correta e segura. A utilização da dosagem e a duração do tratamento com medicamentos só podem ser usados de acordo com a receita. Em caso de dúvidas, consulte o farmacêutico na Farmácias Associadas mais próxima.

4. COLOQUE NOME NOS MEDICAMENTOS DA CRIANÇA E DOS IRMÃOS PARA NÃO SE CONFUNDIR
Caso tenha mais de um filho em tratamento, coloque nomes nos rótulos dos medicamentos para evitar erros. Sempre suga corretamente a dosagem da receita. Em caso de dúvidas, consulte o farmacêutico na Farmácias Associadas mais próxima.

5. NÃO SE ESQUEÇA DE VER A DATA DE VENCIMENTO DOS MEDICAMENTOS
Antes de dar medicamento para as crianças, verifique sempre sua validade.

6. MEDICAMENTO NÃO É BRINQUEDO. SÓ ADULTO PODE TOCAR
Os medicamentos devem ficar trancados, fora do alcance das crianças, em local seco, fresco e ao abrigo da luz. Cerca de 60% das intoxicações por medicamentos ocorrem na faixa etária entre 0 e 12 anos. Em caso de dúvidas, consulte o farmacêutico na Farmácias Associadas mais próxima.

7. MEDICAMENTO DE ADULTO É SÓ PARA ADULTO. NUNCA PARA CRIANÇA
Nunca dê medicamentos de adultos para crianças. Mesmo que seja a metade da dose, não há garantia de que seja segura. Eles não são adultos pequenos. Não utilize medicamentos indicados por outras pessoas em crianças. A utilização, a dosagem e a duração do tratamento variam de pessoa para pessoa e estão descritos na receita. A medicação inadequada pode causar danos à saúde da criança. Em caso de dúvidas, consulte o farmacêutico na Farmácias Associadas mais próxima.

8. FALE COM O FARMACEUTICO PARA SABER A DOSAGEM CERTA DO MEDICAMENTO
Sempre siga as orientações de dosagem e a maneira correta de administrar o medicamento que constam na receita. Em caso de dúvidas, consulte o farmacêutico na Farmácias Associadas mais próxima.

9. MAMÃE, SE ESTIVER AMAMENTANDO, SÓ PODE USAR MEDICAMENTOS COM ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO
Se estiver amamentando, não faça uso de medicamentos ou chás sem orientação farmacêutica, pois pode ser prejudicial ao seu bebê.

10. PEÇA PARA O FARMACÊUTICO COLOCAR ETIQUETAS COM OS HORÁRIOS DOS MEDICAMENTOS E O TEMPO DO TRATAMENTO
A administração de medicamentos, inclusive antibióticos, na hora certa, é indispensável para a cura. Siga o tratamento corretamente e não o interrompa antes do prazo, pois isso pode contribuir para o aparecimento de resistência bacteriana (quando o antibiótico não faz mais efeito). Ao terminar o tratamento com o antibiótico líquido, não guarde sobras. Deposite-as em locais especiais de coleta de medicamentos e nunca no lixo comum, ralos ou vaso sanitário, para não poluir o meio ambiente e causar danos à saúde.

*Informações da cartilha Medicamento não é brinquedo, da Farmácias Associadas e laboratório Eurofarma.

BEM INFORMADA NO COMBATE AO CÂNCER DE MAMA

Rosa é uma cor linda, ainda mais quando é usada para lembrar uma causa tão importante: a luta contra o câncer de mama. Em todo o mundo, diversas pessoas, entidades e empresas se unem este mês no movimento Outubro Rosa, buscando conscientizar e orientar a população sobre os fatores de risco e a prevenção da doença. O símbolo da ação é o laço rosa.

Conforme o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), esse é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. A estimativa da instituição é que sejam registrados quase 58 mil novos casos da doença no país em 2016.

Assim, não é incomum surgirem dúvidas em relação ao câncer de mama. Veja algumas informações sobre a doença para ficar bem informada!

1. Nódulos não são o único sintoma do câncer de mama

O aparecimento de nódulo (caroço) no seio ou na axila não é o único sintoma do câncer de mama. O INCA alerta que estes também podem ser sinais da doença: vermelhidão, retração ou pele da mama com aparência semelhante à casca da laranja; alterações no mamilo; e secreção de líquido pelo mamilo. Quando está no estágio inicial, o câncer de mama pode não apresentar sintomas. Por isso, é bem importante realizar os exames indicados pelos médicos, como a mamografia.

2. Praticar atividade física ajuda na prevenção

A prática regular de atividades físicas reduz o risco de desenvolver câncer de mama. É o que indica a Organização Mundial da Saúde (OMS) e estudos realizados sobre o tema, como o produzido pela Universidade da Carolina do Norte, que avaliou voluntárias em idade reprodutiva e também que tinham acabado de passar pela menopausa. A constatação é as mulheres que se exercitavam tiveram uma incidência 6% menor de diagnósticos do tumor maligno em comparação às sedentárias. Conforme o Instituto da Mama do RS, a principal forma de prevenir a doença é manter uma boa qualidade de vida, que inclui alimentação saudável, exercícios regulares, abstenção de bebida alcoólica e controle do peso. A entidade também destaca que a maternidade protege contra esse tumor se a mulher tiver filhos antes dos 35 anos de idade e amamentá-los.

3. Fumar favorece o aparecimento do câncer de mama

Um estudo divulgado em 2014 na revista científica da Sociedade Americana do Câncer apontou que pacientes com menos de 44 anos que fumavam ao menos um maço de cigarro por dia, por 10 anos ou mais, apresentaram um risco 60% maior de desenvolver tumores com receptor hormonal estrogênio positivo (uma forma de câncer de mama que representa aproximadamente 80% dos casos da doença), em relação às mulheres não fumantes.

4. Antitranspirantes não podem causar a doença

Várias pesquisas têm buscado estudar o efeito do alumínio presente em antitranspirantes no organismo. Porém, especialistas afirmam que até o momento não há comprovação científica de que o produto possa originar casos de câncer de mama.

5. Quem menstrua mais cedo tem maior probabilidade de desenvolver a doença

No ciclo menstrual, há o aumento e a redução dos níveis de estrógeno e progesterona (hormônios) na circulação sanguínea. O impacto provocado pela ação repetitiva desses hormônios nos tecidos mamários aumenta o risco de desenvolver câncer de mama. Por esta razão, as mulheres que menstruam mais cedo (e as que têm menopausa tardia) possuem mais chance de ter a doença, pois têm mais ciclos ao longo da vida.

6. Excesso de peso pode causar câncer de mama

Diversas pesquisas relacionam o excesso de peso à doença, como o estudo produzido pela London School of Hygiene and Tropical Medicine, que apontou que pessoas com alto Índice de Massa Corporal (IMC) possuem mais chance de desenvolver câncer de mama pós-menopausa. Isso porque, quanto mais células de gordura tivermos no corpo, maior será o volume de estrógeno – e o desequilíbrio no nível desse hormônio no organismo contribui para a doença. Mais um motivo para apostar nos exercícios físicos 😉

7. O fator hereditário tem relação com a doença

Quem tem casos de câncer de mama na família precisa ter cuidado redobrado. A partir de pesquisas na área, o INCA explica que mulheres que possuem diversos casos de câncer de mama e/ou ao menos um caso de câncer de ovário em parentes consanguíneos, pode ter predisposição a ter a doença. O instituto alerta, entretanto, que a hereditariedade equivale a apenas 5 a 10% do total de casos.

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA LECITINA DE SOJA

Você já ouviu falar em lecitina de soja? Ela é extraída da gordura da soja e é bastante conhecida entre os chefs como um emulsificante (produto que tem a função de estabilizar uma emulsão ou espuma, ou modificar a textura das receitas). Mas as suas qualidades superam o uso culinário: a substância também pode trazer diversos benefícios ao organismo.

O motivo para ter a lecitina de soja como aliada está relacionado a sua composição. Ela é rica em fosfolipídios, entre eles a colina, além de conter ácidos graxos poli-insaturados em sua formulação. Essas substâncias são benéficas para a saúde do coração, do cérebro e da pele.

A colina presente na lecitina atua no transporte da gordura, estimulando o organismo a liberá-la. Isso evita a formação de placas de gordura na parede das artérias, reduzindo o risco de problemas cardiovasculares como infarto, derrames e pressão arterial alta.

O efeito da colina é associado, ainda, ao controle do nível do colesterol, combate à obesidade, prevenção de doenças hepáticas (no fígado), e funcionamento do sistema nervoso e do aparelho circulatório. Já os ácidos graxos auxiliam na prevenção do envelhecimento precoce da pele.

A lecitina de soja pode ser encontrada em cápsulas e também em formato granulado.

CINCO TRUQUES PARA ALIVIAR OS SINTOMAS ALÉRGICOS NA PRIMAVERA

A primavera é uma delícia, mas quem sofre com alergias respiratórias (principalmente rinite alérgica) sabe que esta pode ser uma época complicada. Um dos “culpados” (que se alia aos ácaros e à poeira) é o pólen liberado em grande quantidade pelas flores. Por isso as pessoas mais sensíveis acabam sofrendo incômodos como espirros, coceira, coriza, inchaços e irritação.

Se você faz parte do time dos alérgicos, mas não quer deixar de aproveitar a beleza da primavera, separamos algumas dicas que podem lhe ajudar a aliviar os sintomas da alergia na estação:

1. Mantenha limpos os ambientes, mandando embora a poeira e os ácaros. Para os alérgicos ao pólen, deixar a janela do quarto fechada pode ajudar a reduzir as chances de uma crise alérgica.

2. Forre o colchão e o travesseiro com materiais impermeáveis. Isso evita o contato direto com agentes causadores (nesse caso os ácaros), aliviando os sintomas chatinhos. Trocar as roupas de cama uma vez por semana também ajuda.

3. Bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas e carpetes são ótimos na decoração, porém, acumulam ácaros e poeira. Para os alérgicos, talvez seja melhor guardá-los ou mesmo doá-los. Mas se o apego for grande, lave tudo com frequência.

4. Uma dica simples, mas de grande efeito para aliviar sintomas alérgicos, é fazer a higiene nasal com soro fisiológico algumas vezes ao dia. Experimente, e sinta a diferença.

5. Se a alergia ataca também os olhos, aposte nos óculos de sol em ambientes externos. Além de ajudarem a reduzir a sensibilidade, eles ainda são superestilosos!

Pronto! Agora você já pode curtir a primavera um pouco mais protegida das alergias típicas da estação 😉

10 MOTIVOS PARA AMAR A PRIMAVERA

Seja bem-vinda, primavera! A estação das flores e do amor começa na quinta-feira, dia 22, e já está enchendo o nosso coração de alegria. É tempo de curtir o ar livre, de usar roupas mais leves, de aproveitar bem o dia… São tanto os motivos para comemorar a chegada da nova estação que a gente listou dez deles para te convencer que a primavera é puro amor. Veja só.

1. Acabou o inverno…

Acabou inverno...

2. … e começou a estação mais colorida e florida do ano.

... e começou a estação mais colorida e florida do ano.

3. Os dias ficam mais longos.

Os dias ficam mais longos.

4. As temperaturas ficam mais amenas.

As temperaturas ficam mais amenas.

5. As roupas coloridas e estampadas entram em alta.

Roupas coloridas e estampadas entram em alta.

6. E já dá para apostar em acessórios temáticos.

E já dá para apostar em acessórios temáticos.

7. Muitos seriados começam novas temporadas.

Muitos seriados começam novas temporadas.

8. Vários feriados acontecem no 2º semestre também.

Vários feriados no 2º semestre, apenas.

9. Até já dá mais animo para sair pra balada na primavera, não é?

Já dá mais ânimo para sair pra balada.

10. E ainda dizem que a estação inspira o amor.

E ainda dizem que a estação inspira o amor.

Nós, do Penteadeira, amamos a primavera. E você?

primavera

Gifs: Reprodução/Internet

SIGA ESTAS DICAS E CONSERVE SEUS ITENS DE MAQUIAGEM POR MAIS TEMPO

Cuidar bem de nossas maquiagens, acessórios e produtos de beleza é superimportante para fazê-los durar mais e também para prevenir problemas de pele, sabia?

Produtos com a validade vencida, por exemplo, perdem a consistência e a eficácia, e ainda podem gerar diversas alergias. O mesmo vale para aqueles pincéis que guardamos sem lavar, ou embalagens deixadas meio abertas…
Mas calma, não precisa entrar em pânico e ficar obcecada com a segurança dos itens de beauté. Com alguns cuidados simples, é possível conservar os nossos queridinhos por mais tempo e ficar em dia com a saúde da pele. Se liga nas nossas dicas:

1. DE OLHO NA VALIDADE
Fique sempre atenta à data de vencimento dos produtos. Assim você previne possíveis problemas na cútis e também o desperdício das makes. Uma sugestão é separar e priorizar o uso daquelas cujo vencimento está próximo.

2. GUARDE COM CARINHO
Para as maquiagens, a indicação é mantê-las longe da umidade (que costuma facilitar a proliferação de fungos e bactérias), e também da luz direta ou do calor excessivo. Por isso, evite deixá-las no carro, e se o lugar delas for no banheiro, devem ser guardadas em armário ou gaveta. Manter os produtos em suas embalagens originais também auxilia na conservação dos mesmos.

3. LIMPE COM FREQUÊNCIA
Aplicadores que acompanham os delineadores, máscaras de cílios e sombras são alguns itens que devem ser higienizados sempre que o produto começar a se acumular. Já os pincéis e esponjas precisam ser lavados mensalmente para evitar o surgimento de bactérias e fungos. Xampu ou detergente neutro e água corrente fazem o serviço. Se você utiliza muito essas ferramentas, o recomendado é lavá-las a cada 10 ou 15 dias. Certifique-se que elas estejam bem secas antes de guardar. Quer uma dica? Use o secador de cabelos em temperatura média ou fria e voilá!

4. EVITE O CONTATO COM O AR
Alguns truques na hora de aplicar a maquiagem podem ajudar a conservá-la por mais tempo. Com a máscara de cílios, por exemplo, a recomendação é fazer um movimento giratório do pincel dentro do frasco antes de tirá-lo da embalagem, impedindo a entrada de ar e o ressecamento do produto. Quando for umedecer ou fazer misturinhas de sombras, utilize outro recipiente. Lembre-se também de sempre fechar bem as embalagens de todos os produtos. Assim, você garante que eles fiquem longe de contaminações!