APRENDA A FAZER: EXERCÍCIOS EM CASA

Nossa segunda dica da série de coisas que você pode fazer por conta própria para economizar um pouco no fim de ano é praticar exercícios em casa.

Seja na sala, no quarto, com a ajuda de aplicativo para celular ou só com uma musiquinha de fundo, é possível fazer vários tipos de movimentos supersimples. Mas lembre-se: se sentir algum desconforto, não faça o exercício para não prejudicar a sua saúde e consulte antes um médico.


1. Abdominal

Deitada no chão, coloque as mãos sob os glúteos e mantenha as pernas elevadas e unidas. Contraia o abdômen e desça as pernas bem devagar sem tirar a região lombar do chão (um colchonete pode amaciar o exercício 😉 ). Depois, suba as pernas até a posição inicial. Repita o movimento de 10 a 15 vezes em duas ou três séries, descansando um pouco no intervalo.

2
2. Prancha
Apoie todo o antebraço no chão e mantenha a posição de prancha de 10 a 15 segundos. Não se esqueça de respirar durante a execução do movimento. Este é um exercício para o corpo todo, mas dá ênfase na musculatura da parte superior e na barriga. Faça um intervalo de 30 a 45 segundo entre as séries.

3
3. Quatro apoios
Para malhar as coxas e os glúteos, apoie seus joelhos e cotovelos no chão ou em um colchonete. Os cotovelos devem ficar alinhados com os ombros e os quadris. Levante uma das pernas sem esticá-la, e faça movimentos de subida e descida. Para você proteger a coluna e não sofrer lesões, lembre-se de que a força para levantar a perna deve vir dos quadris. Faça duas séries com 15 repetições.

4
4. Panturrilha
Pare na frente de uma parede e apoie as mãos para não perder o equilíbrio. Erga o corpo, ficando nas pontinha dos pés, e depois desça movimentando os calcanhares. Faça três séries com 10 repetições cada.

5
5. Pular corda (aeróbico)
Uma opção à bicicleta e à esteira é a boa e velha corda que, além e ser uma atividade aeróbia fácil de fazer em casa, é um movimento muito bom para treinar a coordenação. E você não precisa de muito espaço para praticar. O importante durante os saltos é manter o abdômen contraído e os braços firmes para amortecer a queda. Os iniciantes podem começar a pular corda durante 15 minutos em dias alternados.

Imagens: Pinterest.

TCHAU, RETENÇÃO DE LÍQUIDOS!

Pernas, tornozelos ou pés inchados ao final do dia são alguns dos sinais mais comuns de que o nosso corpo está retendo líquidos. Um incômodo que ninguém gosta de ter, não é mesmo? Quem sofre de inchaço sabe que o problema pode acontecer em qualquer época do ano, mas as chances dele se agravar no verão crescem, pois o calor aumenta a vasodilatação das veias.

E POR QUE ESTOU RETENDO LÍQUIDOS?
A retenção hídrica pode ser causada pelos mais diversos fatores: problemas renais, doenças da tireoide, sedentarismo, alimentação com excesso de sódio, o período pré-menstrual e, claro, a grande vilã: a má circulação.

COMO ALIVIAR O INCHAÇO?
Atitudes simples e mudanças no estilo de vida podem fazer um bem danado para quem sofre com a retenção de líquidos. Confira as dicas do Penteadeira:

1. Movimente-se – Exercício físico não é com você? Pois esse pode ser um dos motivos da sua retenção. Movimente-se, transpire! Ativar o sistema cardiovascular é fundamental para a resolução desse e de outros problemas de saúde! Que tal estipular uma frequência semanal para as atividades? Nada melhor para cumprir uma meta do que colocá-la na agenda!

2. Consuma diuréticos naturais – Beber bastante água não só hidrata como regula a temperatura do corpo e ajuda a eliminar as toxinas. Frutas e alguns vegetais também ajudam a aumentar o fluxo urinário. Por isso, inclua mais deles na sua alimentação. Melancia, melão, abacaxi, pera, maçã, limão, pepino… a lista das delícias naturalmente diuréticas é grande.

3. Diminua o refrigerante e bebidas industrializadas – Nem precisa dizer o motivo, né? Esse tipo de bebida traz altas quantidades de sódio, mesmo na versão zero. E não adianta fugir do sal na comida se ele estiver disfarçado em outras coisas. Na dúvida, leia sempre o rótulo. O ideal para quem tem retenção hídrica é mesmo diminuir ou evitar o refrigerante, ou substituí-lo por bebidas naturais.

4. Faça massagens – Da massagem com óleos e cremes feita em casa à drenagem linfática na estética, ativar a circulação ao massagear o corpo ajuda no alívio à retenção, pois aumenta o fluxo sanguíneo e melhora a atividade do sistema linfático.

5. Pernas para o alto! – Elevar as pernas ajuda a diminuir o inchaço. Essa dica simples e antiga é mais do que certeira, pois a ação da gravidade facilita a circulação sanguínea dos membros inferiores. Experimente descansar com as pernas para cima ao final do dia e perceba a diferença.

MOVIMENTANDO O CORPO NO VERÃO

Aproveitar os dias mais longos do verão para praticar exercícios ao ar livre é uma ótima maneira de se manter saudável. Seja na praia ou na cidade, existem muitas opções para você se divertir, ao mesmo tempo em que se movimenta. Por que não experimentar uma modalidade nova?

Confira a nossa lista de esportes superdivertidos para se praticar no verão!

1. Slacklining
O passeio no parque pode ficar muito mais fitness com a prática do slacklining, esporte no qual é preciso se equilibrar em um elástico preso a duas extremidades (no caso, as árvores do local). Os praticantes mais avançados conseguem, além de caminhar sobre o elástico, saltar e até fazer manobras. Mas você pode começar apenas se desafiando a ficar em pé sobre o elástico. Um ótimo exercício de equilíbrio.

2. Stand up Paddle
A febre do último verão promete continuar em 2016 no litoral. O stand up paddle é outro esporte que requer equilíbrio e consiste em manter-se em pé em uma prancha sobre a água com a ajuda de um remo. Geralmente é praticado na parte mais rasa de águas calmas.

3. Frescobol
Esse clássico da beira de praia também pode ser praticado em parques, praças ou qualquer outro lugar com espaço. E o melhor: queima cerca de 400 calorias em uma hora de brincadeira e ainda movimenta os músculos dos braços, abdômen e pernas.

4. Correr
Terminar o expediente de trabalho e ainda ter sol na rua é superanimador para quem gosta de correr, mas não tem muito tempo. Aproveite as horas extras de luminosidade do verão para dar aquela voltinha pelo bairro em ritmo acelerado. Só requer um tênis, roupas confortáveis e disposição.

5. Nadar
Dar umas braçadas na piscina, pegar um jacaré na praia… Uma das delícias do verão é que temos mais chances de entrar em contato com ambientes aquáticos. Além de nos refrescarmos, ainda gastamos algumas calorias nos divertindo.