A DOÇURA DO CHOCOLATE AMARGO

Derretido, em calda, em barra, em doces… O chocolate é uma daquelas delícias que pouca gente pode dizer que não gosta. O sabor inconfundível desse alimento tem fãs por todas as partes do mundo! Mas como todo o doce, ele exige também bastante moderação em seu consumo. A boa notícia é que quanto mais amargo (ou seja, com menos adição de açúcares e de outras gorduras provenientes do cacau, como a manteiga), mais o chocolate pode, sim, ser um grande aliado para uma vida mais saudável!

Meu coração é de chocolate!
O cacau (matéria-prima do chocolate) e o chocolate amargo têm sido objetos de uma grande variedade de estudos e pesquisas por conta de sua alta concentração de substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. E muito dos benefícios já revelados estão ligados à saúde do coração!

Já se sabe que ele melhora o fluxo arterial, regula a pressão e fortalece o coração, protegendo-o do desgaste causado pelos radicais livres. E as pesquisas mostraram também que ele atua bem na redução do estresse e no controle do humor, dentre outras vantagens. Mas isso todas nós, amantes do chocolate, já sabíamos faz tempo…

Confira uma receita com chocolate que selecionamos para você curtir o lado doce da vida, aproveitando os benefícios dessa delícia na versão amarga!

shutterstock_209854915

Mousse de chocolate amargo

Ingredientes
600g de chocolate amargo
14 ovos
100g de açúcar
300g de manteiga
20 ml de essência de baunilha
1 colher (chá) de conhaque

Modo de preparo
Derreta o chocolate e a manteiga em banho-maria. Separe as gemas e peneire. Bata-as com o açúcar por cerca de 30 minutos ou até virar um creme branco. Acrescente, ao chocolate derretido, a baunilha e o conhaque. Aguarde o chocolate esfriar um pouco e acrescente as gemas batidas. Bata a clara com uma pitada de sal, em ponto de neve. Misture as claras com o chocolate e coloque para gelar por pelo menos uma hora.

Fonte: Receitas GNT

AS DELICIOSAS E ANTIOXIDANTES FRUTAS VERMELHAS

As berries – termo em inglês que denomina as frutinhas pequenas, suculentas e com um quê de azedinho – são cheias de sabor e fazem um bem danado pra gente, principalmente pela alta concentração de substâncias antioxidantes. É ai que reside o poder dessas que chamamos frutinhas vermelhas! Elas retardam a oxidação das células, protegendo-as contra a ação dos radicais livres. Os benefícios do seu consumo vão desde o controle do envelhecimento dos tecidos à prevenção de doenças cardiovasculares e inflamatórias. 

E aí? Convencida a apostar nas frutinhas vermelhas na alimentação? Conheça um pouquinho das berries mais populares do momento:

GOJYBERRY
É a estrela da vez. Essa fruta originária do Tibete chegou ao Brasil desidratada (em forma de passas) e logo ficou muito famosa. Isso por que é uma das mais ricas em substâncias antioxidantes e tem alta concentração de Vitamina C. Cem gramas de gojiberry contêm 50 vezes mais vitamina C do que uma laranja!

mirtilo

MIRTILO (BLUEBERRY)
Cultivado também no Brasil (aqui no Rio Grande do Sul!), o mirtilo é mais facilmente encontrado na sua versão in natura, não desidratada, melhor para a absorção dos nutrientes. O alto nível de polifenóis tanto na casca quanto na polpa ajudam na melhora da circulação e na manutenção da saúde dos olhos.


cranberry

CRANBERRY
Muito popular nos Estados Unidos, o cranberry é perfeito para a saúde da mulher. Evita infecções no trato urinário pois inibe a aderência das bactérias nessa região. É ótima fonte de vitaminas A, C e K, e a forma mais fácil de encontrá-lo no mercado é em sucos e passas.


açai
AÇAÍ
Esse é da Amazônia, bem brasileirinho. Cheio de cálcio, fibras, fósforo, minerais e potássio. Uau! A combinação de aminoácidos essenciais com minerais é ideal para a regeneração e desempenho muscular, daí o sucesso entre os fãs de academia e musculação. O consumo mais popular por aqui é na forma de smoothies, mas é possível encontrar a fruta desidratada, em polpa ou em pó. Rende deliciosas vitaminas!