9 hábitos para deixar para trás junto com 2020

9-habitos-para-deixar-para-tras-junto-com-2020

Mais um ciclo está próximo de ser encerrado e, como em todo fim de ano, a ocasião traz aquele estímulo para refletir sobre os prós e contras do que vivemos nos últimos 12 meses. É claro que as tradicionais promessas de ano novo não podem faltar, mas você já parou para pensar sobre o que seria legal deixar para trás e não levar para 2021?

Aqui no Penteadeira pensamos em alguns hábitos que são comuns mas que podem prejudicar em muito a nossa qualidade de vida, e que por isso mesmo gostaríamos de deixá-los em 2020. Bora fazer essa reflexão conosco? Confira abaixo a nossa lista!

habitos-para-deixar-para-tras

9 HÁBITOS PARA DEIXAR DE LADO NO PRÓXIMO ANO 
1) Desprezar a qualidade do sono

Dormir pouco ou dormir mal é uma queixa frequente e que poucas vezes recebe a atenção merecida. Acontece que o nosso corpo precisa de descanso para se recompor e armazenar energia para as atividades diárias. 

Se você acorda diversas vezes durante a noite, por exemplo, é provável que amanheça cansada por estar dormindo mal. Assim, vale a pena buscar informação sobre como melhorar a qualidade do sono e por consequência ter mais disposição durante o dia.

2) Usar eletrônicos em excesso

Não há dúvida de que a tecnologia aproxima e torna possível a realização de diversas atividades. Ainda mais nesse ano que foi marcado pelo distanciamento social. Entretanto, estar conectado o tempo todo pode gerar ansiedade e prejudicar a qualidade do seu sono.

Se você tem o hábito de olhar o celular antes de dormir, se já acorda de olho no aparelho ou se costuma fazer as refeições olhando para a tela, que tal estabelecer alguns limites na utilização de tais eletrônicos?

uso-de-eletronicos-em-excesso

3) Não ter momentos de silêncio

Cada vez mais raros na correria das grandes cidades, os momentos de silêncio são fundamentais para tranquilizar os pensamentos e relaxar. O ruído em excesso sobrecarrega a mente e como consequência acabamos mais estressados. Procure adicionar na sua rotina alguns minutos de silêncio e observe os benefícios.

4) Guardar rancor ou nutrir arrependimentos

Memórias fazem parte da vida e são importantes no sentido de recordarmos momentos felizes, bem como situações difíceis que nos trouxeram aprendizados. Por outro lado, viver constantemente no passado e reviver sentimentos negativos, como rancor, culpa e arrependimento, pode ser muito doloroso.

Procure deixar para trás o que passou e encare os acontecimentos ruins como necessários para tornar você uma pessoa mais forte.

5) Viver esperando o momento de ser feliz

Assim como algumas pessoas têm dificuldade de se libertar do passado, outras vivem no futuro, aguardando o momento em que finalmente seus sonhos serão realizados. É claro que ter metas e objetivos é super saudável, mas é preciso que isso não impeça você de viver o presente com plenitude. Equilíbrio é a palavra-chave!

6) Realizar tudo no modo multitarefa

Ninguém está livre de vez ou outra acumular tarefas e acabar fazendo duas ou mais coisas ao mesmo tempo. Entretanto é preciso ter em mente que essa prática quando se torna habitual pode ser muito prejudicial para a produtividade, já que é mais difícil manter o foco.

Além disso o acúmulo de tarefas aumenta a produção de cortisol e adrenalina, o que é sinônimo de estresse e pensamento embaralhado.

7) Passar muito tempo sentado

Ficar sentado durante horas sem se mexer pode reduzir o fluxo de sangue para o cérebro.

Quedas leves e de pouca duração no fluxo sanguíneo cerebral podem atrapalhar temporariamente nosso raciocínio e memória, enquanto os declínios de grande duração estão ligados a riscos mais elevados de algumas doenças neurodegenerativas, incluindo demência.

os-riscos-de-ser-multitarefa

8) Insistir em comparar sua vida com a dos outros

Quando nos comparamos com outra pessoa é inevitável que a nossa autoestima saia abalada. Afinal temos a tendência de achar que o outro é superior a nós e que os nossos esforços não são suficientes.

Lembre-se que cada pessoa tem o seu caminho e suas próprias dificuldades e que ser bem sucedido é uma questão muito pessoal. Dê valor às suas conquistas e faça as coisas ao seu tempo.

9) Deixar a saúde mental em segundo plano

Uma consulta com um psicólogo ou psiquiatra pode sim auxiliar você a enfrentar questões que interferem na sua qualidade de vida. E até quem não está passando por dificuldades específicas também pode se beneficiar das sessões de terapia. 

Por isso, se você ainda não faz terapia por medo ou por vergonha de buscar auxílio, o primeiro passo é ter em mente que a busca por ajuda não é um sinal de fraqueza. Aqui no blog, por exemplo, você pode conferir o post De bem com a vida: como funciona e por que fazer terapia e saber mais sobre as particularidades do procedimento.

Essas foram as nossas sugestões de hábitos pouco saudáveis que achamos melhor não levar conosco para o próximo ano. E você, tem algum hábito que pretende deixar para trás? Quais são seus planos para 2021? Conta pra gente nos comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s