O que é harmonização facial? Veja os cuidados que o procedimento exige

o que é harmonização facial cuidados com o procedimento

Quem acompanha as novidades em termos de tratamentos estéticos provavelmente já deve ter ouvido falar em harmonização facial. O procedimento – que como o próprio nome indica, busca tornar mais harmônicas as linhas do rosto – tem se tornado cada vez mais popular, principalmente devido à alta adesão de celebridades que costumam mostrar os resultados nas redes sociais.

Assim, pode até ser que várias pessoas que você conhece estejam aderindo à harmonização facial, mas isso não significa que a cautela no uso da técnica deva ser deixada de lado.

Nesse sentido, buscamos neste post esclarecer alguns pontos importantes sobre o tema. Afinal, como todo tratamento de beleza, a harmonização facial também tem seus riscos. Confira as informações que selecionamos e lembre-se que somente um profissional qualificado é capaz de fazer uma correta avaliação e indicar o melhor procedimento a ser adotado.

harmonização facial cuidados

O QUE É HARMONIZAÇÃO FACIAL?

A harmonização facial, também conhecida como harmonização orofacial, consiste na combinação de diferentes procedimentos estéticos realizados com o objetivo de proporcionar mais equilíbrio entre o volume, o formato e o ângulo de todas as partes do rosto.

Entre as intervenções mais comuns podemos citar aquelas realizadas para diminuir o excesso de pele abaixo do queixo – a popular papada -, suavizar marcas de expressão, definir a mandíbula, aumentar os lábios e alterar aspectos da testa e nariz.

QUAIS TÉCNICAS SÃO UTILIZADAS NO PROCEDIMENTO?

A harmonização facial pode ser feita através da combinação de diversas técnicas não invasivas, ou menos invasivas que as cirurgias plásticas. A escolha dos recursos utilizados depende do objetivo estético que se pretende atingir. A recuperação costuma ser rápida e o procedimento geralmente é realizado em consultório.

O preenchimento com ácido hialurônico, por exemplo, é bastante utilizado nos casos em que se pretende dar volume a determinados pontos do rosto. Outras técnicas disponíveis são a aplicação de toxina botulínica, lifting facial, microagulhamento, peeling e procedimentos dentários (como clareamento e uso de aparelho ortodôntico).

harmonização facial o que é

QUAL É O PROFISSIONAL QUE REALIZA A HARMONIZAÇÃO?

Nos últimos tempos a odontologia aliou a seus tratamentos convencionais os benefícios da estética. A aplicação de toxina botulínica, bem como os preenchimentos facial e labial, são alguns dos procedimentos que se tornaram populares nos consultórios de odontologia. Entretanto, essa é uma questão que dá o que falar.

De um lado, os dentistas defendem que têm, sim, conhecimento suficiente da estrutura do rosto para realizar procedimentos estéticos na face; do outro, médicos dermatologistas e cirurgiões plásticos afirmam que algumas das técnicas estão fora do limite de conhecimento da odontologia, e que eles seriam os profissionais qualificados para realizá-las.

Como essa é uma questão polêmica e sujeita a mudança de entendimentos, a nossa dica é que você sempre consulte o CRM – Conselho Regional de Medicina ou o CRO – Conselho Regional de Odontologia. Nessas entidades você poderá verificar se o profissional é mesmo um especialista e se está habilitado a realizar o procedimento.

Além disso, tire todas as suas dúvidas antes de realizar qualquer intervenção e avalie todas as possibilidades e os recursos disponíveis no local do atendimento.

QUAIS SÃO OS RISCOS DA HARMONIZAÇÃO FACIAL?

Como qualquer outro procedimento estético, a harmonização facial também tem seus riscos. A aplicação em excesso do ácido hialurônico, por exemplo, pode deformar o rosto e até mesmo afetar a circulação sanguínea

Choque anafilático, lesões na pele, cicatrizes e sequelas mais graves (como necrose e cegueira) também fazem parte da lista de complicações que podem ocorrer, por isso é fundamental que você escolha um profissional especializado.

A ARMADILHA DA PADRONIZAÇÃO

É claro que ter a chance de mudar algo, que esteticamente incomoda, faz bem para a autoestima e não há nada de errado em fazê-lo. Ao mesmo tempo, é legal utilizar tal recurso com parcimônia. É que a popularização dos procedimentos estéticos vem chamando a atenção para uma espécie de padronização das formas faciais, ou seja, todos os rostos de repente estão ficando muito parecidos.

Isso acontece porque algumas pessoas buscam com a harmonização facial alcançar determinado padrão de beleza, desconsiderando que muitas vezes sua real fisionomia não tem nada a ver com a estética desejada. Assim, é legal refletir sobre o que você realmente quer com o procedimento, se é alterar algo que incomoda ou apenas ceder à imposição de um modismo. Talvez aquela característica que você quer mudar é justamente o que faz da sua beleza algo único e pra lá de especial.

E então, bora fazer essa reflexão? Você tem vontade de fazer uma harmonização facial ou já realizou o procedimento? Se sim, como foi sua experiência? Conta pra gente nos comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s