6 dicas para ajudar as crianças nas aulas a distância

dicas para ajudar as crianças nas aulas a distância

A quarentena imposta pela pandemia do coronavírus fez com que muitas escolas tivessem que adaptar suas atividades a um novo formato, seja através de aulas online ou da entrega de conteúdos diretamente na casa dos estudantes. E como todo novo cenário, a realidade das aulas a distância trouxe consigo algumas dúvidas e dificuldades. 

Percalços na adaptação fazem parte da rotina das famílias, afinal o ensino a distância não faz parte da cultura da maioria das crianças. Por outro lado, existem algumas providências que pais podem adotar no sentido de auxiliar os filhos nessa jornada

Associar hábitos à rotina de estudos e criar um cronograma, por exemplo, são algumas das medidas recomendadas. Confira a lista completa abaixo e veja como a família pode contribuir com esta nova forma de aprendizado.

como ajudar na aula online

COMO AJUDAR AS CRIANÇAS NO ENSINO A DISTÂNCIA
1) Procure entender a tecnologia (e peça ajuda se precisar)

O sistema adotado para dar continuidade às atividades escolares propostas podem variar de escola para escola e de acordo com a faixa etária do aluno. Por isso, no caso das aulas online, é normal que muitos alunos tenham dúvidas sobre o funcionamento das plataformas digitais. 

Para poder auxiliar as crianças, o ideal é que os pais também acessem o sistema utilizado para as aulas e procurem se familiarizar. Lembre-se que essa é uma nova realidade para todos, e que não tem problema se você tiver dificuldades com a tecnologia. Portanto não tenha vergonha de pedir ajuda para o professor ou mesmo para alguém da família que tem mais facilidade com a internet.

2) Atente que a educação infantil possui ritmo próprio

A educação infantil é a primeira etapa da educação básica e abrange a creche e a pré-escola para as crianças de 0 a 5 anos. Para essa fase do ensino, as escolas têm organizado sugestões simples de atividades e conversas.

É importante atentar que a educação infantil não é estruturada com conteúdos ou disciplinas e sim focada na interação e nas brincadeiras. Dessa forma, o mais importante agora é escutar as crianças, que podem estar com medo e ansiosas. Educadores salientam, inclusive, que o ócio é importante. Deixar as crianças sem fazer nada pode ser perturbador para os pais, mas elas acabam encontrando o que fazer de uma maneira criativa, garantem.

como ajudar as crianças nas aulas online

3) Crie um espaço para o aprendizado

Procure reservar um espaço tranquilo, arejado e silencioso para a criança estudar. O ideal é que o ambiente não possua objetos que possam distrair ou que eles sejam retirados durante o horário de estudo.

Além de contribuir com o aprendizado, um espaço próprio de estudos ajuda a criança a perceber uma rotina, no sentido de identificar o período do dia que é de estudo e o período destinado ao lazer.

4) Elabore um cronograma de estudos

Por falar em rotina, ter um quadro visível com o cronograma de atividades é uma boa estratégia para organizar o tempo. É legal elaborar uma tabela com os dias da semana e marcar as atividades previstas, incluindo não só o horário de estudos mas também o de lazer.

O objetivo não é que a criança siga o quadro rigorosamente, minuto a minuto, mas que ela possa visualizar uma organização e sentir-se com isso menos ansiosa. Estabelecer horários semelhantes aos que se praticava na escola pode ser uma forma de passar uma sensação de normalidade.

como auxiliar os filhos nas aulas a distância

5) Associe hábitos à rotina de estudos

Se para muitos adultos é difícil se concentrar no trabalho em casa, imagina para as crianças que possuem menos mecanismos para lidar com as adversidades.

Assim, se os seus filhos têm dificuldades de estudar em casa, associar alguns hábitos à rotina de estudos pode ajudá-los a entrarem no clima. Você pode, por exemplo, estipular que após o café todo mundo deve arrumar a cama e trocar de roupa para “começar a aula”. A ideia é orientar a criança para que se prepare como se estivesse indo para a escola, seja tomando banho ou apenas colocando roupas leves e confortáveis.

6) Promova a troca

Demonstre interesse naquilo que o seu filho está aprendendo, pergunte sobre os temas tratados pelos professores e se coloque à disposição para ajudá-lo. Além de auxiliar a criança a fixar o conteúdo trabalhado em aula, essa postura estimula o hábito da troca. 

Ainda dentro desse contexto, vale lembrar que um dos papéis da escola é apoiar a socialização do aluno. Assim, procure entender como você pode colaborar ou otimizar as interações virtuais da criança com os colegas de classe. 

Por fim, não se frustre caso a criança esteja enfrentando dificuldades em seguir uma rotina ou em manter determinados hábitos. Essa é uma nova realidade que está sendo construída e que, por isso mesmo, vai se moldando aos poucos até que se encontre um formato adequado. 

Tenha em mente também que alguns métodos podem funcionar para algumas crianças mas não para outras. Então não hesite em expor as suas dificuldades para escola e professores. Afinal, é através da troca de experiências que novas formas de aprendizado se fortalecem. Por falar nisso, como as aulas a distância têm funcionado na sua casa? Você tem alguma dica para compartilhar conosco? Conta pra gente nos comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s